sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

GRAVE GRAVIDADE!

"Incentivado" pela minha companheira,
a escrever mais assiduamente, resolvi comentar sobre a gravidade que atrai tudo que existe próximo da Terra para ela mesma.
Os escassos pensadores e filósofos que pensavam sobre vários assuntos, sempre procuraram respostas para as perguntas mais simples. Desde tempos muito remotos. Entre eles, temos a gravidade, que não se tinha uma explicação adequada até quando o matemático Isacc Newton, que fugia da peste bubônica foi para o interior da Inglaterra e,
morando em uma fazenda, estava a relaxar, sentado sob uma macieira, quando uma fruta caiu-lhe sobre a cabeça. Nesse instante, ele teve um "insight" que resultou na explicação da gravidade. Antigamente as poucas pessoas que eram autodidatas, procuravam soluções, umas sérias outras não, descobrindo e resolvendo problemas por si mesmas. Não existia vestibular ...
Hoje as pessoas se acomodam, procurando, quando não têm preguiça, no nosso amigo Google, suas respostas instantâneas. Ele, Sir Isaac, quando descobria algum resultado, não contava para ninguém, preferia que os outros também pensassem e tivessem o prazer da redescoberta dos fenômenos, principalmente os físicos.
Por isso, hoje, ainda em trote de acadêmicos do curso de Direito, eles têm que revogar ou criar formas de anular a lei da gravidade...
Você revogaria a lei da gravidade?
O que voce faria sobre a lei?
A Terra que, atrai tudo sobre ela, é grande incentivadora!
Grave isso, não?
Com toda reverência a Gaia.
Divirta-se ...

12 comentários:

Barbara disse...

Não revogaria lei natural alguma.
Gosto dos abraços de Gaia, Deméter, Perséfone, Malkut, todas as deusas que são referentes a força da terra e da Terra.
E, também porque, ao ver astronautas flutuando no espaço ou dentro das naves, não gostei, tipo: Não quereria isso prá mim.
Mas que é uma "viagem", pensar nessas coisas, é!
Desde que com volta.
TOIM!

Mirse disse...

Quando nasci já existia essa óbvia Lei da Gravidade. Quando a estudei achei que só um louco poderia divagar sobre isso e teria tempo para esse bla bla bla todo.
Como era mesmo a vida antes do Google? Acho que esqueci!

J.BOSCO disse...

ótimo blog, cumpadi, estou aqui a convite da senhorita Bábara!
abraços

Tecnenfermaginando disse...

olá,

comentário mto pertinente ao post que deixei no meu blog.

se possível, aguardo contato.

tecnenfermaginando@globomail.com

^^^

mas eu já deixei meu comentário aqui antes... cadê??


abç,

teresa

Oliver Pickwick disse...

Se revogada, nos transformaríamos em corpos celestes, poeira estelar.
Obrigado pela visita ao condado.
Um abraço!

E Deus disse: "faça-se Newton". E tudo se tornou luz.

julio disse...

Barbara, a sedutora.
Gaia atrai de mãe amorosa.
mas de vez em quando dá uns gritos rsrsrsr

Johnny Blaze disse...

Podes crer cara...vc ta agindo certo!!!
Parabens!!!

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Adorei!

Barbara disse...

Grara pelo comentário.
Disse bem: a necessidade.
Distribuo no ato de escrever.
Distribuo o quanto de grito ou de surpresas ou o quanto há de desafios no meu silêncio.
Porque quando é só silêncio...vc sabe....

)O( disse...

Como revogar um lei natural? ahahah
seria bem difícil pra mim que não sou muito boa com os argumentos..
pois é, hoje em dia tá tudo muito fácil, as informações chegam via internet, rádio, jornal e ainda assim parece que a humanidade não sabe mesmo é nada! só se interessa pelo celular mais caro, o jeans que deixa a bunda empinada.. Gaia já tá ficando brava!
beijocas

Bete disse...

Ola, passei pra conhecer seu espaço.
Voltarei mais vezes
Abraços

Sheyla disse...

O tempo é a cada dia matéria mais escassa e, se não tivermos discernimento, a internet - que muito ajuda a "ganhar" tempo - pode acabar nos roubando a possibilidade de uma vida real (X virtual). Identifiquei-me com o que você escreveu, pois sempre penso que para que eu vá descansar em minha cama alguém que em priscas eras dormia no chão resolveu amontoar algumas folhas, depois peles de animais e certa hora quis também fugir de insetos, animais ou mesmo da umidade e testou e acabou elevando esse "lugar de dormir" e assim por diante até o que hoje, sem nem consciência de nada, chamamos de cama. Há um certo automatismo em nossas ações que faz com que tudo pareça já dado e esqueçamos que a vida é construção contínua.
Revogar a lei da gravidade? Rapaz...